Feeds:
Posts
Comentários

Archive for abril \22\UTC 2009

O cego e o publicitário

Read Full Post »

A borboleta e o cavalinho

Read Full Post »

A Formiga e a Cigarra

Era uma vez, uma formiguinha e uma cigarra muito amigas. Durante todo o outono a formiguinha trabalhou sem parar, armazenando comida para o período de inverno. Não aproveitou nada do sol, da brisa suave do fim da tarde e nem do bate papo com os amigos ao final do trabalho tomando uma cervejinha. Seu nome era “trabalho” e seu sobrenome “sempre”.

Enquanto isso, a cigarra só queria saber de cantar nas rodas de amigos e nos bares da cidade; não desperdiçou um minuto sequer, cantou durante todo o outono, dançou, aproveitou o sol, curtiu para valer sem se preocupar com o inverno que estava por vir.

Então, passados alguns dias, começou a esfriar. Era o inverno que estava começando. A formiguinha, exausta de tanto trabalhar, entrou para a sua singela e aconchegante toca repleta de comida. Mas alguém chamava por seu nome do lado de fora da toca.

Quando abriu a porta para ver quem era, ficou surpresa com o que viu: sua amiga cigarra estava dentro de uma Ferrari com um aconchegante casaco de vison.

E a cigarra disse para a formiguinha:

– Olá amiga, vou passar o inverno em Paris. Será que você poderia cuidar da minha toca?

E a formiguinha respondeu:

– Claro, sem problemas ! Mas o que lhe aconteceu ? Como você conseguiu dinheiro para ir a Paris e comprar esta Ferrari?

E a cigarra respondeu:

– Imagine você que eu estava cantando em um bar na semana passada e um produtor gostou da minha voz. Fechei um contrato de seis meses para fazer shows em Paris… A propósito, a amiga deseja algo de lá ?

Respondeu a formiguinha:

– Desejo sim. Se você encontrar um tal de La Fontaine (autor da fábula original) por lá, manda ele ir para a PUTA QUE O PARIU!!!

Moral da história: “Aproveite sua vida! Saiba dosar trabalho e lazer, pois trabalho em demasia só traz benefício em fábulas do La Fontaine e ao seu patrão.”

Read Full Post »

Esta é a atividade extra para a semana do dia 22 de abril até o dia 27.

Conteúdo: A fábula

Objetivos:

  • Ler e interpretar corretamente os textos de apoio;
  • Identificar e selecionar elementos relevantes do texto;
  • Organizar suas idéias com relação a esses elementos;
  • Estabelecer relações entre esses mesmos elementos ou entre outras informações de que disponha;

Esta atividade de redação apresenta uma proposta de construção textual para o gênero fábula. Para produzir o seu texto, você deve desenvolver as instruções solicitadas e respeitar as características específicas deste gênero. Para isto, lembre-se:

A fábula é uma narrativa ficcional curta cuja mensagem pode ser sintetizada em uma moral no final do texto, ou seja, um ensinamento encerra uma lição. Suas personagens são animais e representam características e sentimentos humanos. É comum o diálogo entre elas.

Uma vez que você já sabe o que é fábula, observe, agora, o tema sugerido para desenvolver o gênero com uma história que tenha um discurso coerente com o tema pedido. Lembre-se de que a fuga ao tema anulará a redação.  A leitura da coletânea é obrigatória. Ao utilizá-la, você não deve copiar trechos ou frases sem que essa transcrição esteja a serviço do seu texto. O texto só deve ser assinado na parte específica. Não esqueça de colocar o nome do seu professor de redação.

(mais…)

Read Full Post »

Neste segundo bimestre, o foco dos nossos estudos num primeiro momento é a fábula.A fábula é um texto narrativo curto utilizado desde há muito tempo para se opor à opressão, para criticar usos e costumes e mesmo pessoas. Para fugir da repressão que poderia haver por parte de quem fosse criticado, os autores usavam, muitas vezes, animais como personagens de suas histórias. A fábula apresenta um fundo moral e geralmente é utilizada com fins educativos. A moral das fábulas adquiriu vida própria transformando-se em provérbios – frases prontas, vindas do conhecimento popular, transmitidas de boca em boca e que encerram certo ensinamento sob algum aspecto da vida. O apólogo e a parábola também apresentam um ensinamento, embora que possuam alguma diferença da fábula.

Por se tratar de um gênero transmitido oralmente, as fábulas, o apólogo e a parábola costumam ter muitas versões. A mesma história ganha roupagens diferentes, em épocas e regiões diferentes.

Essas histórias permitem que a humanidade construa explicações sobre o mundo: as manifestações da natureza, as relações entre as pessoas (seus defeitos, paixões e virtudes), as relações entre a humanidade e a natureza… Enfim, são histórias que nos permitem conhecer a nós mesmos.

Para entrar nesse mundo tão peculiar, sugiro a leitura de alguns textos, tanto fábulas quanto parábolas e apólogos.

Read Full Post »

O Anel

Read Full Post »

Older Posts »